Resenhas

Boneco de Neve, Jo Nesbo

Boneco de Neve“O grande best-seller do aclamado autor norueguês que deu origem ao filme. A primeira neve do ano cai sobre Oslo num dia frio de novembro. Birte Becker chega do trabalho e elogia o boneco de neve que o marido e o filho fizeram no jardim. Os dois ficam surpresos – eles não tinham feito boneco nenhum. Ao olhar pela janela, o menino nota que a figura branca está virada para a casa, com os olhos negros voltados para a janela. Para eles. Quando o inspetor Harry Hole recebe uma carta do autointitulado Boneco de Neve, não desconfia do tenebroso significado dessa alcunha. Somente após descobrir alarmantes traços em comum entre vários desaparecimentos na Noruega, o policial percebe que está envolvido numa trama muito maior, capaz de testar os limites de sua sanidade.”

Harry Hole é um inspetor da Divisão de Homicídios da Polícia de Oslo. Hole é extremamente inteligente e é o especialista em caçar serial killers, porém é desacreditado por todos devido ao seu problema com a bebida. Viciado no trabalho, ele vê sua vida pessoal desmoronar quando sua namorada Rakel decide largá-lo. Agora ela e o filho, Oleg, são apenas visitas ocasionais na vida de Harry.

O inverno chegou trazendo não somente o frio e a neve, mas um assassino cruel que escolhe suas vítimas a dedo – todas mulheres, casadas e com filhos – e tem uma assinatura bem diferente: um boneco de neve em frente a casa das vítimas.

“Ele as mata no dia em que cai a primeira neve.”

A nova parceira de Hole é Katrine Bratt, uma mulher misteriosa, inteligente e bonita. Vindo transferida da polícia de Bergen, ela integra a pequena equipe que Harry constrói para capturar o Boneco de Neve – nome dado para o assassino. Katrine é uma personagem forte, muito bem construída e um dos grandes destaques da história.

O livro é divido em partes e os capítulos são curtos, narrando o tempo presente – na história é 2004 – e o misterioso desaparecimento de um policial de Bergen nos anos 90, após ele ter sido acusado de matar duas mulheres. Temos também no início da história a primeira aparição do boneco de neve, em 1980. Jo Nesbo não deixa pontas soltas. Tudo que acontece nas 418 páginas são interligados e todas as questões são respondidas.

A trama é envolvente, eletrizante, fazendo com que o leitor não desgrude das páginas até ter descoberto quem é o boneco de neve. Nesbo dá ao leitor personagens fortes, bem construídos e carismáticos. Sem contar que ele entrelaça todas as informações e no final entrega um desfecho de tirar o fôlego, que vale cada minuto de suspense e mistério. Não dá para falar muito sem acabar revelando algo importante da história, mas a verdade é que vale a pena cada página virada. Os fãs de gênero vão se deliciar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s