Filmes

Crítica: Thor – Ragnarok

ThorAs expectativas em Thor: Ragnarok eram enormes e, pelo menos para mim, foram superadas com sucesso.

Com o diretor Taika Waititi, o humor irônico é o que não falta nesse terceiro filme do Deus do Trovão. O início do filme já tem Thor (Chris Hemsworth) preso e, logo em seguida, uma das melhores cenas de ação do filme embalada pela  música “Immigrant Song” do Led Zeppelin  – presente nos trailers. Em seguida, Thor volta para Asgard e desmascara Loki (Tom Hiddleston), que está ocupando o lugar deixado por Odin (Anthony Hopkins).

Em uma nova briga familiar, Hela (Cate Blanchett), a Deusa da Morte, aparece em Asgard para trazer os tempos passados de volta aos nove reinos. Ao confrontá-la, Thor e Loki são enviados para o distante mundo violento de Sakaar que está sob o comando de En Dwi Gast, o Grão-Mestre (Jeff Goldblum). E para sair de lá, o herói asgardiano precisará enfrentar o campeão local que é seu ex-colega de trabalho, Hulk (Mark Ruffalo).

Thor e Hulk

Hemsworth brilha como Thor e mostra que está cada vez mais familiarizado e confortável com seu personagem. Porém, é no time de coadjuvantes que realmente está o destaque do filme. Goldblum dá de presente ao público uma interpretação maravilhosa com um ritmo lento das falas e o tratamento jocoso com todos á sua volta. Blanchett impõe respeito e tem surtos de fúria dignos de um psicopata. E o próprio Waititi, que além de dirigir o filme, dubla o gigante alienígena Korg, uma representação pura de humor e ironia, quase juvenil.

Thor retorna a Asgard para evitar o Ragnarok, a destruição de seu reino. É nesse momento que temos a formação de um time, uma especie de “vingadores de asgard”, formado por Thor, Loki, Hulk e Valquíria (Tessa Thompson). Temos também, no começo do filme, uma participação especial do Doctor Strange (Benedict Cumberbatch).

Esse terceiro (e talvez último) filme da franquia do Deus do Trovão, se consolida como uma das melhores aventuras do Universo Marvel. Ele é uma das primeiras produções da nova fase da Marvel, que utiliza a criatividade e humor sem desrespeitar as histórias em quadrinhos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s