Filmes

Critíca: Planeta dos Macacos – A Guerra

Resultado de imagem para planeta dos macacos a guerra

Esse é um post especial com uma indicação de filme para o final de semana. Está em cartaz nos cinemas Planeta dos Macacos – A Guerra e eu fui no final de semana passado assistir a tão aguardada conclusão dessa trilogia.

Matt Reeves conclui uma das franquias mais consistentes da autualidade. Em Planeta dos Macacos – A Guerra, vemos um César mais evoluído. Ele tem a responsabilidade de proteger o seu bando que vivem com medo, reféns de um combate que parece não ter fim.

Durante quase seis anos acompanhamos a evolução de César (Andy Serkis). Em A Origem (2011), fruto de uma criação do cientista Will Rodman (James Franco), nos é apresentado César, um chimpanzé recém-nascido. Já em O Confronto (2014), 10 anos após a epidemia de um vírus, a civilização humana está em colapso e há poucos sobreviventes. Apesar dos esforços de Malcolm (Jason Clarke), a oposição entre as espécies se faz obrigatória.

Resultado de imagem para planeta dos macacos a guerra

Em A Guerra, o conflito entre humanos e macacos continua. César terá de enfrentar um grupo de militares liderados por um cruel Coronel (Woody Harrelson). O primata ficará dividido entre uma vingança pessoal e a segurança de seu bando.

Reeves usa o entreterimento de Hollywood para trazer uma reflexão para o público. A jovem Nova (Amiah Miller) é a representação humana do retorno a uma condição mais primitiva e inocente; já o personagem de Harrelson, mostra a decadência do homem civilizado. O diretor traz essa reflexão sem que o telespectador perceba. Ele não dispensa o formato clássico do roteiro, que inclui o humor representado no novato Bad Ape (Steve Zahn), um macaco criado em zoológico. Aliás, o nome do personagem de Zahn é uma sacada genial.

Resultado de imagem para planeta dos macacos a guerra

Apesar do filme iniciar com a cena de soldados invadindo o território dos primatas, o longa não traz intermináveis cenas de batalha. A guerra presente no título é mais psicológica do que física.

Planeta dos Macacos – A Guerra é um filme com uma discussão sensível sobre evolução e intelecto, que vai a fundo nas falhas da humanidade. Mesmo tendo algumas cenas arrastadas, com diálogos chatos e desnecessários, é uma experiência cinematográfica de qualidade, valendo as duas horas e vinte minutos de filme.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s