Seriados

Review: Girlboss

Resultado de imagem para critica girlboss

Nova série original da Netflix, Girlboss conta a história de Sophia Marlowe, inspirada de forma livre – como é dita no início de cada episódio – na história real de Sophia Amoruso, dona da marca milionária Nasty Gal.

Britt Robertson dá a vida a Sophia, uma jovem de 20 e poucos anos que não sabe o que fazer de sua vida. A personagem concentra os principais defeitos da nova geração: egocêntrica, egoísta, impulsiva e teimosa. Sophia é uma referencia geracional ambulante, mas ela também ilustra a pressão vivida por jovens que precisam construir carreiras de sucesso ao mesmo tempo em que são constantemente subestimados pelos mais velhos.

No inicio da série, Sophia está totalmente perdida. Prestes a ser despejada de seu apartamento e, novamente, desempregada, Sophia se recusa a pedir ajuda a seu pai. É quando ela percebe que há uma maneira de se livrar de uma entediante rotina e ganhar dinheiro fazendo algo que ela sente prazer. É aí que nasce Nasty Gal: uma lojinha virtual no site ebay onde Sophia vende roupas customizadas.

girlboss netflix 0317 400x800

O que chama atenção na série é os coadjuvantes e como todos eles se relacionam. Ellie Reed é Annie, melhor amiga e braço direito de Sophia; Alphonso McAuley é Dax, ele é namorado de Annie e ajuda na criação da Nasty Gal por entender de administração; e Johnny Simmons que dá vida a Shane, namorado de Sophia. Também tem Rupaul, que interpreta o vizinho e amigo de Sophia; Dean Norris é o pai da protagonista, que sempre aparece na trama para lembra-la que não pode ser uma adolescente para sempre. As melhores cenas de comédia ficam por conta de Nicole Sullivan e Cole Escola, respectivamente mãe e filho.

As referências à cultura pop dos anos 2000 é a grande tirada de “Girlboss”. Temos um episódio em que os personagens estão assistindo a morte de Marisa Cooper em The OC e  tratam como “o evento televiso mais importante de uma geração”. Também temos as menções de Annie aos surtos mentais de Britney Spears e ao término do relacionamento da cantora com Justin Timberlake em 2002.

Além de dar a vida a uma garota mimada, Britt Robertson dá conta de ser um retrato caricato de uma geração que sofre com o profissional vs felicidade. A personagem é insuportável em inúmeros momentos da série, porém fica impossível não torcer para que as coisas deem certo para ela.

Resultado de imagem para critica girlboss

Girlboss conta com 13 episódios com duração de 30 minutos cada. A atração é criada por Kay Cannon e conta com a própria Sophia Amoruso assinando a produção executiva que conta com um time com nomes como a atriz Charlize Theron. Infelizmente, a Netflix anunciou o cancelamento da série. Porém, os telespectadores não ficam sem respostas. O episódio final conclui a história de Sophia, não deixando pontas soltas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s